Os irmãos Aaron e Nick Carter estão no centro das atenções, após as acusações polémicas de ambos. Recentemente, Aaron contou no Twitter que o irmão pediu uma ordem de restrição contra si. Por sua vez, em comunicado, Nick alegou que o irmão ameaçou matar a sua mulher grávida e que o comportamento do mesmo levou-o a tomar medidas legais.

Em resposta a Nick, Aaron atacou-o com um comentário nas redes sociais e recordou as acusações de violação contra o mesmo.

"Nunca fui acusado de violação por várias vezes. Não fui eu que foi acusado de bater na Paris Hilton. Quem é que é violento?", escreveu.

Apesar de não ter mencionado Nick, claro que a publicação era para provocar o irmão, que em 2004 negou ter agredido Paris Hilton, depois da socialite ter sido fotografada com um lábio magoado e hematomas nos braços.

Na atura, o Page Six adiantou que Paris tinha dito a um amigo que Carter tinha-lhe batido. O casal, que viveu uma relação cheia de altos e baixos durante dez meses acabou por se separar de vez.

Já as alegações de violação foram notícias de há cerca de dois anos, quando iniciou o movimento #MeToo. Nessa altura, Melissa Schuman acusou Nick de abuso sexual. Um caso que foi negado pelo artista.

Com estas acusações foi ainda descoberto que o cantor também tinha sido acusado de abuso sexual em 2003, por uma menor cuja a identidade permanece desconhecida. A jovem tinha 15 anos.

Leia Também: Aaron Carter cancela digressão. "Tenho de colocar a minha saúde primeiro"

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.