Quando entramos na aldeia de Trebilhadouro, é como se regressássemos ao espírito típico das aldeias beirãs que povoam o nosso imaginário e que podem rever nesta galeria de imagens.  As casas em pedra que se estendem por uma paisagem irregular são o retrato de como é possível recuperar sem se perder a identidade nem a magia de uma zona. E isso valeu-lhes o prémio IHRU 2015, atribuído pelo Instituto da Habitação e Requalificação Urbana.

Traços d’Outrora, um turismo rural com quatro casas, é o local ideal para uma escapadela romântica, seja num dos T1 disponíveis como a Casa Matilde ou a Casa Custódio, em família na Casa do Paço de Mato ou em grupo para uma estadia com amigos ou para famílias grandes, na Casa Rosalina. Este T4, com piscina privativa, está dividido em dois pisos e na cozinha existe um invulgar penedo atrás da bancada.

O piso térreo tem ainda três quartos, duas casas de banho e uma sala ampla. No piso superior, há outro quarto e uma sala em vidro que dá para a varanda, a protagonista da casa. Lá pode fazer as suas refeições com uma vista soberba sobre a serra e avistar o mar e a ria. As casas são muito acolhedoras e apresentam uma decoração campestre fiel ao espaço onde estão inseridas, e não falta sequer uma lareira rústica para fazer frente ao frio.

Tudo foi cuidadosamente pensado para lhe proporcionar uns dias sossegados de dolce fare niente. A si, cabe escolher para onde vai direcionar a sua estadia, que pode estar mais vocacionada para a aventura ou para o descanso. O único requisito obrigatório é ser amante da natureza, além de gostar de gastar pouco, uma vez que existem preços a partir de 60 € por noite.

O que visitar nos arredores de Trebilhadouro

Aproveite a sua estadia na Traços d’Outrora para conhecer a região sem pressa. A poucos minutos da aldeia, pode visitar a Barragem Engenheiro Duarte Pacheco, um símbolo turístico de Vale de Cambra, bem como o Centro de Interpretação das Pedras Parideiras, onde pode observar o fenómeno das pedras que se soltam das lajes graníticas apelidado de pedras parideiras, único no mundo.

Se quer ir um pouco mais longe, à distância de uma hora, tem a cidade do Porto ou a de Aveiro, assim como o rio Paiva, conhecido pelas suas águas bravas e pelos famosos passadiços que levam o nome do rio. Ao longo de oito quilómetros, vai surpreender-se com a paisagem e sentir a natureza. Garantimos-lhe que a experiência vale a pena. passadicosdopaiva.pt

Onde comer

Sugerimos-lhe o Porto Novo. Fica a cinco minutos da aldeia e é um restaurante rústico típico da zona, mas com uma construção inesperadamente moderna. Ficámos fãs do bife arouquês, acompanhado por batata frita, salada e fruta laminada. Se preferir peixe, experimente o bacalhau com broa ou o polvo à lagareiro. É um local de paragem obrigatória tanto pela ementa como pelo espaço em si.

Veja na página seguinte: Atividades e atrações imperdíveis numa escapada sensitiva

Atividades e atrações imperdíveis numa escapada que tem tudo para ficar na memória:

- Aventura

A Traços d’Outrora disponibiliza em parceria com a empresa de promoção de atividades ao ar livre Desafios várias aventuras como rappel, slide, salto pendular, rotas temáticas e passeios turísticos todo o terreno.

- Rio desportivo

Não se esqueça de trazer o fato de banho, pois barragens e rios é o que não falta nas proximidades. Poderá fazer canoagem, rafting e/ou stand up paddle. Depende do grau de adrenalina que desejar.

- Ovos moles

Ir a Aveiro e não provar os ovos moles é um pecado. A mistura de ovos e açúcares faz as delícias de quem gosta de doces. Não deixe também de provar as famosas tripas, uma espécie de folha de crepe muito fina que é habitualmente servida com ovos moles.

Texto: Mafalda Alves

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.