O Festival de Cinema de Mulheres Acima dos 50 (WOFFF) estará online, entre 26 e 30 de setembro, para exibir 58 curtas-metragens internacionais de e sobre mulheres mais velhas.

O festival tem como objetivo desafiar os estereótipos da indústria e destacar as experiências, vozes e talentos de mulheres com mais de 50 anos. Já está no seu 6º ano e, pela primeira vez, vai decorrer online devido ao coronavírus.

Além de poder assistir às curtas metragens oriundas de várias partes do mundo, o público também pode participar em 8 sessões de Perguntas&Respostas a diversas cineastas.

A palestra anual do WOFFF é conduzida por Francesca Sobande, da Universidade de Cardiff, cujo tema será as carreiras cinematográficas de mulheres mais velhas de cor e terá como convidadas lendas do grande ecrã como Viola Davis, Angela Bassett, Halle Berry, Pam Grier e Grace Jones.

Incluído no programa deste ano está o filme "Wings", realizado por Jamie Weston. Uma história de amor da Segunda Guerra Mundial, que tem como protagonista a atriz vencedora de um BAFTA, Miriam Margolyes, que o público pode ver adquirindo o Passe Online do Festival, já disponível no site do WOFFF.

A cerimónia de prémios anual do WOFFF também regressa este ano e irá reconhecer filmes incluídos no programa do festival. Os prémios incluem "Melhor Animação", "Melhor Experimental", "Melhor Documentário", "Melhor Drama", Prémio de "Melhor Filme académico da London Film School", Sheddunit Productions para "Melhor Curta Metragem", bem como o Prémio "Emerald Life Audience Choice".

“Acredito que as mulheres mais velhas devem ser vistas e ouvidas, independentemente da idade - ou até por causa dela. O movimento do WOFFF online permite que muito mais pessoas possam ver estes filmes fantásticos com mulheres mais velhas, em ambos os lados da câmara. Estou ansiosa para ver a reação do público e ver quais os filmes cativam corações e mentes no nosso sempre popular Prémio Emerald Life Audience Choice, no qual todos podem votar online este ano", afirmou a Diretora e Fundadora do WOFF, Nuala O’Sullivan.

Diretora e Fundadora do WOFF, Nuala O’Sullivan
Diretora e Fundadora do WOFF, Nuala O´Sullivan créditos: WOFF

A programação do festival inclui 58 curtas-metragens, de 37 países, com inscrições pela primeira vez de cineastas da Geórgia, Sérvia e Trinidad e Tobago.

Os filmes WOFFF são tão variados quanto os cineastas que os fazem. O programa deste ano apresenta histórias de amor, trabalho, família e COVID, bem como filmes sobre a menopausa, uma árvore que se apaixona por um homem, entre outras.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.