E que falta sentimos, não?

Pois é, que complicadas são as nossas vidas, sem tempo, sempre a correr, a trabalhar, a tratar de coisas e dos outros, e nós?

Onde fica o nosso equilíbrio?
Não se preocupe, vamos lembrar soluções.

Entre muitos factores o nosso equilíbrio depende também de tudo o que passa ao nosso redor e que nos está sempre a influenciar.

Nestas vidas modernas e agitadas, ou não temos jardim, ou não temos tempo para ele(nós), ou não gostamos. Mas mesmo que pequeno, um jardim pode oferecer-nos um lugar ideal para fugir às tensões do dia-a-dia, e uma forma de canalizar as energias do ambiente e aproveitá-las em nosso favor.

Se o seu caso é daqueles que tem jardim e não tem tempo, ou não gosta, ou falta algo, tente harmonizá-lo e vai ver os resultados. Primeiro estabeleça caminhos por onde se circula, crie algum recantos agradáveis e calmos, utilize recursos naturais, água em movimento que pode ser uma fonte ou um rego serpenteando, crie sombras para se proteger do calor e luz em demasia, utilize espécies de plantas indígenas, pois são sempre de mais fácil manutenção, enfim divirta-se pois ao cuidar do seu jardim está também a cuidar de si.

De certa forma o jardim é como que a alma da sua casa, ele tem cheiro, cor, sabor, texturas, som, é uma das energias vitais da sua casa.

Um jardim serve para harmonizar as energias da sua casa e por seguinte as suas energias.

Sendo normalmente mais yin, equilibram a energia, normalmente mais yang, da casa.

Quando se situa na frente de casa serve para tornar mais atractiva a nossa chegada, a recepção de convidados, e isola dos “distúrbios” que se passam na rua.

Nas traseiras pode ser o seu local secreto, reservado, íntimo, onde só vai quem você convida.

Criam barreiras e protegem-nos das energias dos vizinhos, ajudam a esconder vistas que não interessam, funcionam como zonas de transição.

Se não tem jardim, frequente espaços verdes, utilize-os como se fossem seus, vá passear num parque, faça um pic-nic, divirta-se.

Também pode sempre ter plantas em casa ou na varanda, terraço, construa um mini jardim.

Até um pequeno vaso pode ser o seu jardim, tudo depende de como o encara, lembre-se que mesmo que pequeno ele tem muita energia, pode fazer dele o seu pequeno universo, trate dele com carinho que ele retribui com toda a certeza.

Texto de: Alexandre Saldanha da Gama | Site: Fluir

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.