Para que o seu sono seja realmente reparador, deve substituir o colchão onde dorme de 10 em 10 anos. Passado esse tempo, as condições de firmeza e higiene originais já não são as mesmas e a sua função não é desempenhada correctamente, podendo até ser prejudicial para a sua saúde. Para manter o seu colchão nas melhores condições e assegurar um sono reparador, há uma série de conselhos que deve procurar seguir no seu dia a dia.

O que deve fazer

1. Deve arejá-lo diariamente e esperar entre 5 e 10 minutos, de preferência, com a janela aberta, antes de fazer a cama.

2. Virá-lo ao contrário, pelo menos, quatro vezes por ano, da esquerda para a direita e da cabeça para os pés, é outro dos comportamentos a adotar. O peso do corpo faz com que se desgaste e virá-lo ao contrário minimiza esse impacto.

3. Deve protegê-lo e usar sempre uma capa transpirável 100% de algodão, uma vez que é difícil limpá-lo.

4. Aspirar a superfície do colchão de 15 em 15 dias ou de mês a mês, para eliminar a maior quantidade de ácaros possível e outras partículas que se vão acumulando com o tempo, é outra das recomendações dos especialistas.

O que não deve fazer

1. Limpá-lo a seco, nem usar bicarbonato de sódio ou outros produtos químicos que possam danificar a superfície e deteriorar as camadas interiores, não é aconselhado.

2. Não deve dar-lhe bofetadas para soltar o pó e as células mortas. É uma prática antiga que não se adequa aos colchões atuais, que podem ser danificados com a repetição em série deste gesto.

3. Usá-lo sobre uma base que não cubra, no mínimo, 60% da sua superfície, é desaconselhado, assim como colocar tábuas entre o colchão e a base da cama.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.