As ervas aromáticas plantadas em vaso, além do mais, são decorativas. Semeie agora seguindo os nossos conselhos.

Se pretender cultivar algumas das aromáticas mais populares (alecrim, lavanda, tomilho, salva, entre outras), da família das Lamiáceas, deve preparar uma zona com sol do terraço ou da sala.

Pode, no entanto, cultivar outras espécies, por exemplo da família das asteráceas, como a santolina. Da família das umbelíferas, destacamos o anis e a salsa e da família das mistáceas, o cravo e a murta. Todas estas plantas apresentam grande resistência aos parasitas. As suas células modificadas mantêm afastados pulgões, lagartas e cochonilhas.

1. PREPARAÇÃO
Tudo o que necessita para começar

1. PREPARAÇÃO
Tudo o que necessita para começar

Para fazer sementeiras, o objecto chave é o tabuleiro de multiplicação, que pode ser de metal, plástico, polietireno
ou madeira.
Também vai necessitar de substrato desinfectado, especial
para sementeiras e um coador.

Como ferramentas de mão, um instrumento para fazer pequenos buracos e outra ferramenta para extrair as plantinhas. A terminar, recipientes para as futuras plantas e sacos de sementes.

2. APLIQUE AS SEMENTES
Faça-o sem as amontoar

As sementes têm diferentes
calibres que dependem da espécie.
As grandes sementes do
loureiro ou do eucalipto nada têm a ver com as minúsculas
do tomilho, anis ou menta.

Quer num caso quer noutro, nunca devem ficar amontoadas na superfície do substrato da bandeja. Como regra geral,
é preferível a escassa densidade entre sementes a ficarem
amontoadas.

3. ENTERRE POUCO
Suavize o substrato
com o coador

Depois de deitar as sementes sobre o substrato deve enterrá--las. Para germinarem, necessitam
calor e humidade em local escuro, por isso são enterradas. A forma mais prática é espalhar
sobre a superfície e com as mãos uma capa de substrato que deve suavizar de forma muito meticulosa com o coador. A capa de substrato ideal é de meio centímetro
ou menos em sementes muito pequenas.

Veja na página seguinte: Os cuidados a ter com a rega

4. REGUE BEM
O suficiente apenas
para humedecer a terra

Não deite muita água. A rega das sementeiras serve para as sementes germinarem, não para que as raízes, ainda incipientes, absorvam água e nutrientes.

Deve regar apenas para humedecer
o substrato sem encharcar.

Utilize um regador de ralos finos para não soltar as sementes do local com a força da água.

5. ALISE A SUPERFÍCIE
A melhor forma de o fazer

Uma vez tapadas as sementes, impõe-se apertar o substrato para que fique liso. Pode pressionar com uma pequena prancha ou com as palmas das mãos. Também pode utilizar uma caixa com a superfície plana como a da imagem. O objecto deve estar seco para não se pegar à terra.

6. COMO SECAR
E CONSERVAR
Os procedimentos mais adequados

Para secar as plantas,
ate em raminhos as lenhosas ou de folhas grandes (salva, loureiro). Pendure voltadas para baixo. Se apenas necessita de poucas folhas ou ramos secos, coloque-os bem estendidos entre as páginas de um livro grosso.

Prepare sacos com ramos pequenos de aromáticas secas para conservar. Guarde numa caixa hermética em local
seco e escuro. Retire as folhas dos ramos depois de secas. Coloque-as em recipientes herméticos de vidro, afastados da humidade,
da luz e do pó.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.