Para muitos, a pandemia viral de COVID-19 que confinou o mundo foi sinónimo de grandes mudanças em termos profissionais. Madalena Vidigal, cascalense de gema há 36 anos, não foi exceção. Vivia em Cascais e trabalhava em Lisboa quando, de um momento, para o outro, se viu sem emprego. Não pensou duas vezes. Em julho de 2021, mudou-se para o distrito de Évora e abraçou, desta vez de corpo e alma, o projeto de vitivinicultura que, uma década antes, os pais lhe tinham financiado.

"Embora a nossa vinha tenha sido plantada há nove anos, eu mantive-me sempre longe, porque tinha outros trabalhos na capital", assume a agora formadora especializada em enoturismo, agricultora, produtora de vinho, blogger e podcaster. Sem medo de arregaçar as mangas, fez-se à vida e não se arrepende. "Seria muito injusto se dissesse mal de 2021. Pessoalmente, foi dos melhores, se não o melhor, da minha vida", assume. Logo em janeiro, criou um curso de enoturismo.

Uniram-se para criar um vinho que homenageasse as mulheres. Foi lançado no verão mas já há poucas garrafas
Uniram-se para criar um vinho que homenageasse as mulheres. Foi lançado no verão mas já há poucas garrafas
Ver artigo

"Enchi já sete turmas", regozijava-se meses depois. Há um ano, em março, lançou o podcast 5 Minutos de Vinho. A segunda temporada estreia hoje na rádio Antena 3 e também estará disponível na plataforma digital RTP Play. Nessa altura, há muito que já tinha o Entre Vinhas. O blogue em que Madalena Vidigal dá a conhecer o melhor do vinho e do enoturismo em território nacional fez sete anos em fevereiro. Até porque a paixão por aquele que é muitas vezes apelidado de néctar dos deuses está, todavia, longe de ser recente. Nem sequer começou em Portugal, país de vinhos que muito elogia.

"Sempre adorei viajar. E foi exatamente numa viagem que fiz há cerca de 10 anos a Moçambique que bebi um vinho sul-africano pelo qual me apaixonei. De volta a casa, dediquei-me a provar e a descobrir mais sobre vinhos e, até hoje, não parei", assume. "Achei que o podcast poderia ser uma boa forma de ensinar um pouco mais da linguagem do vinho, para familiarizar as pessoas para, também elas, se aventurarem a explorar o mundo de copo na mão", confidencia Madalena Vidigal.

Por causa da pandemia viral de COVID-19, é hoje uma mulher no mundo da agricultura e da vitivinicultura, algo que não a assusta, como confessa ao Broader/SAPO Lifestyle. "Neste momento, já não vejo qualquer diferença. Quando fui para o Alentejo há nove anos, comecei logo a orientar os trabalhos de uma equipa bem mais experiente que eu, com muitos homens. Nessa altura, o sentimento era de desconfiança", assume a blogger, podcaster e empresária cascalense.

A menina da cidade a dar ordens a trabalhadores do campo mais experientes incomodava alguns. E eles não o escondiam. "Mas, hoje, já tenho todo o respeito dessas pessoas e, acima de tudo, tenho a humildade de querer aprender com eles para, em conjunto, encontrarmos as melhores soluções para a minha vinha", refere. Enquanto prepara o lançamento daquele que será seu primeiro vinho, Madalena Vidigal promete novidades no seu podcast, todas as terças-feiras, a partir das 00h00 horas.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.