Apesar de ser dos supermercados online mais baratos, de acordo com uma análise comparativa aos preços dos principais supermercados online, alguns preços no Pingo Doce online tendem a subir no primeiro dia útil da semana. "Estas oscilações coincidem com o início e o fim das promoções. É habitual haver campanhas a terminar ao domingo e outras a iniciar à terça-feira. Pelo meio, há uma segunda-feira em que é preciso olhar os preços mais à lupa", lê-se no site da Associação Portuguesa do Consumidor (DECO Proteste).

Esta conclusão tem por base uma análise do comportamento dos preços de um cabaz com mais de duzentos produtos, durante 74 dias, entre 20 de dezembro do ano passado e 3 de março último, em supermercados online que operam em Portugal Continental.

"Todos os dias recolhemos os preços em 11 supermercados online e calculamos os índices de preços com base nos valores recolhidos no dia anterior. À loja online mais barata, atribuímos o índice 100. As restantes vão registando índices superiores, calculados em função deste. Cada ponto acima de 100 significa que o mesmo cabaz fica 1% mais caro", informa.

"Os índices diários de preços são apresentados no nosso simulador de supermercados online, através do qual os consumidores podem saber qual o supermercado online mais barato com entrega ao domicílio, no concelho que indicarem.

Pingo Doce, El Corte Inglés e Spar online pontualmente com preços semelhantes

Em 61 dos 74 dias, o índice de preços do Pingo Doce online variou entre 100 e 106, o que lhe dá um merecido lugar no grupo dos supermercados online mais baratos. Mas, ao longo do período, aqueles índices alternaram com patamares de preços mais elevados. Esta situação levou, pontualmente, o Pingo Doce online a fazer companhia aos supermercados mais caros do estudo da DECI, o El Corte Inglés e o Spar, sempre com índices entre 111 e 119.

Durante o período analisado, o Pingo Doce online registou 13 picos. "São os índices de todas as terças-feiras entre 20 de dezembro de 2021 e 3 de março último. Estas arritmias significam que, nas segundas-feiras anteriores, o nosso cabaz estava a um preço mais caro do que nos outros dias da semana, comparando com o supermercado com índice 100", lê-se.

"Analisámos ainda o comportamento do preço de cada produto do cabaz disponível neste supermercado online em cinco períodos de três dias consecutivos cada: segunda-feira (o dia em que o preço do cabaz subiu), o domingo anterior e a terça-feira seguinte. Cerca de 60% dos produtos mantiveram os preços nos três dias. Os preços dos restantes 40% variaram (ver exemplos em baixo), fazendo subir o custo do cabaz às segundas-feiras, e dando aos clientes do Pingo Doce online mais uma razão para odiarem este malfadado dia", acrescenta.

"Através dos exemplos acima, recolhidos nos dias 27 e 28 de fevereiro e 1 de março, é possível perceber a dinâmica de preços de alguns produtos à venda no Pingo Doce online. Nos períodos analisados, os movimentos foram no sentido de subir o preço à segunda-feira (aconteceu com cerca de 13% a 16% de todos os produtos que analisámos), ou de o descer à terça-feira (14% a 18% dos produtos), ou ainda de fazer uma combinação: subida à segunda-feira e descida à terça-feira para o mesmo valor de domingo ou para um valor diferente (entre 8% e cerca de 15% dos produtos)", conclui.

Veja ainda: Estes são os 20 vegetais mais saudáveis

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.