Nescafé Dolce Gusto apresenta uma nova iniciativa sustentável que consiste na produção de peças de comunicação de Ponto de Venda feitas a partir de plástico reciclado.

Este projeto pode enquadrar-se no conceito de economia circular, pois pretende dar uma nova vida ao material plástico que resulta da reciclagem das cápsulas – neste caso, através da utilização do mesmo na conceção de expositores e ilhas, que se encontram em diversos pontos de venda. Estas peças de Ponto de Venda têm uma maior durabilidade podendo ser utilizadas diversas vezes ao longo tempo, diminuindo a utilização de recursos.

Para esta iniciativa, foram produzidos expositores e ilhas que podem ser encontrados em pontos de venda Nescafé Dolce Gusto, como super e hipermercados. O desenho dos expositores e ilhas permite não apenas a reutilização nos pontos de venda, mas também a reutilização para outras finalidades.

No caso das ilhas, estas poderão ser transformadas em canteiros que poderão ser instalados em jardins ou espaços públicos através das parcerias futuras da marca. O primeiro canteiro a ser reutilizado, fruto desta iniciativa, será instalado no recém remodelado Campus Nestlé sediado em Linda-a-Velha.

Nescafé Dolce Gusto
créditos: Nescafé Dolce Gusto

O projeto insere-se no programa de reciclagem Nescafé Dolce Gusto que já vai no seu décimo ano e tem como objetivo aumentar as taxas de recolha e reciclagem das cápsulas de café, alavancando uma economia circular. Ao longo dos últimos anos têm sido concretizadas várias iniciativas de sustentabilidade, não só à escala nacional como internacional, que demostram ser importantes para acelerar os esforços de sustentabilidade da marca, que desde sempre promoveu a melhoria do desempenho ambiental.

As cápsulas Nescafé Dolce Gusto podem ser recicladas através da entrega num dos cerca de 130 pontos de recolha da rede criada pela marca em 2010 ou através das compras efetuadas na sua loja online – onde o consumidor pode entregar as cápsulas usadas no momento de entrega da sua nova encomenda.

O plástico da cápsula e a borra são posteriormente separados, sendo a borra aproveitada (através de um processo de compostagem) como corretivo orgânico, enquanto o plástico é reciclado para a construção de mobiliário urbano.

A marca está ainda a investir em novos sacos de reciclagem, produzidos a partir de 80% de plástico reciclado, e que são distribuídos gratuitamente nas compras online no site da marca.

Disponibiliza igualmente um recipiente de plástico 100% reciclado que permite armazenar as suas cápsulas usadas em sua casa para serem posteriormente depositadas nos pontos de recolha da marca que se encontra à venda nos pontos de venda habituais.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.