Em comunicado, a Câmara de Vila de Rei refere que a ação é desenvolvida no âmbito da campanha “Os suspeitos são os do costume?” e tem o objetivo de promover a recolha e a valorização das embalagens utilizadas.

“O município de Vila de Rei, em parceria com a equipa do CLDS 4G, criou três esculturas metálicas de grandes dimensões, em formato de peixe gigante, garrafa e picoto, para a deposição de embalagens e garrafas de plástico, colocados nas praias fluviais do Bostelim, Fernandaires e Penedo Furado”, lê-se na nota.

Paralelamente, o impacto visual das estruturas, à medida que forem enchidas, “pretende alertar para a problemática do plástico de utilização única e para as suas consequências em termos ambientais”.

A autarquia realça ainda os dados divulgados pela associação ambientalista Greenpeace, que revelam que, de todo o plástico produzido mundialmente, apenas 9% é reciclado, contra 12% que foi incinerado e 79% que terminou em aterros ou diretamente no meio ambiente.

“Acreditamos que esta campanha é importante e necessária para que nos consciencializemos das consequências dos nossos atos e que é necessário mudar comportamentos, através da separação resíduos, colocando-os nos ecopontos, de modo a contribuir para a preservação e conservação dos ecossistemas”, conclui o presidente da Câmara de Vila de Rei, Ricardo Aires.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.