Se adquiriu um imóvel ou um terreno, este imposto deve-lhe ser bastante familiar, uma vez que se trata de um valor que tem de pagar anualmente aos municípios, constituindo uma fonte de financiamento direta das Câmaras Municipais.

O IMI é um imposto atualizado e definido anualmente pelos municípios onde o respetivo imóvel se encontra inserido. Este ano não foi exceção e foram mais de mais de 80 Câmaras Municipais que decidiram descê-lo.

As Finanças vão começar a notificar, a partir de abril, os contribuintes para que façam o pagamento do IMI em maio. Este pagamento pode ser diluído por duas ou três vezes, dependendo do valor total.

Como posso calcular o meu IMI?

Para que não fique com dúvidas sobre qual o valor que lhe vai ser cobrado este ano, recorra ao Simulador de IMI 2021, através do qual saberá o valor, já contando com as deduções por filhos, bem como se pode dividir a fatura por mais do que um mês.

Para tal, basta introduzir no simulador o distrito e concelho onde está localizado o imóvel, bem como o tipo. Se a propriedade em questão for um apartamento, uma moradia, um terreno para construção ou um edifício industrial escolha a opção “prédios urbanos”. Se estiver a calcular o IMI de um terreno agrícola, por exemplo, terá de optar por “prédios rústicos”.

Deve ainda indicar o número de filhos, uma vez que muitas autarquias dão deduções que variam entre os 20 euros no caso de haver um dependente, e entre os 70 euros no caso de haver três ou mais filhos.

E, por fim, terá de saber qual é o seu valor patrimonial tributário (VPT), que corresponde ao valor do imóvel que está registado na Autoridade Tributária. Depois de ter todos estes dados, saberá quanto será o IMI a pagar e como o pode dividir em parcelas.

Quais os municípios onde o IMI diminuiu?

A maioria das autarquias decidiu não alterar as taxas a cobrar aos contribuintes este ano. Ainda assim, e de acordo com a informação que consta no site da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), 25% das Câmaras Municipais, ou seja, 82 municípios, reportaram descidas na taxa aplicada.

São as Câmaras Municipais que decidem qual a taxa de IMI a cobrar aos seus munícipes, sendo que podem fixá-la dentro de um intervalo que é definido pelo Governo. Assim, as autarquias podiam decidir cobrar entre 0,3% e 0,45% do valor de um imóvel, isto nos casos de prédios urbanos (que são a maioria). No caso dos prédios rústicos, onde se incluem os terrenos agrícolas, a taxa é única para todo o país: 0,8%.

Houve até mesmo autarquias que optaram por não reduzir o IMI, mas que decidiram conceder deduções por filhos, o que também ajuda as famílias, ainda que apenas as que tem crianças no agregado familiar.

Como sei qual a taxa praticada pela autarquia?

Pode saber qual a taxa praticada pelo município onde tem o imóvel através do portal das Finanças, ainda que o Simulador de IMI do Doutor Finanças já esteja atualizado com as alterações feitas pelas autarquias em 2021.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.