É polémico e altera 2200 palavras da língua portuguesa,
num universo de 110 mil.

Portugal, em cada quatro mudanças,
assume três.

Conheça o português pós-acordo ortográfico:

O hífen desaparece nos seguintes
casos:

    Fusão dos elementos em que se perdeu
    a noção de composição

    Exemplo: Manda-chuva passa a Mandachuva

    Locoções
    Exemplo: Fim-de-semana passa a Fim de semana

    Formas monossilábicas do verbo haver
    Exemplo: Hei-de passa a Hei de

    Fusão do prefixo ou falso prefixo que
    termina em vogal com o segundo
    elemento começa com r e s, que se
    duplicam

    Exemplo: Anti-religioso passa a antirreligioso

    Fusão do primeiro elemento quando este
    termina em vogal e o segundo começa
    com vogal diferente

    Exemplo: Extra-escolar passa a Extraescolar

    Fusão do prefixo co mesmo que o
    segundo elemento comece com o

    Exemplo: Co-opositor passa a Coopositor

    As terminações em êem deixam de
    ser acentuadas

    As terminações em êem deixam de
    ser acentuadas

    Exemplos: Crêem passa a Creem
    Relêem passa a Releem

    Eliminação das consoantes mudas

    Exemplos: Acção passa a Ação
    Baptizar passa a Batizar
    Colecção passa a Coleção
    Egipto passa a Egito

    Algumas palavras deixam de ter
    acento.

    Exemplos: Pára passa a Para (forma verbal)
    Pêlo passa a Pelo
    Pólo passa a Polo

    As estações e os meses do
    ano passam a ser escritos com
    minúscula.

    Exemplo: Outono passa a outono

    Newsletter

    Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

    Notificações

    Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

    Na sua rede favorita

    Siga-nos na sua rede favorita.