Fazer uma paragem para beber um café ou um chá, ir até ao dispensador de bebidas buscar um copo de água, comer um iogurte, fazer um telefonema pessoal ou até para trocar impressões com o colega do lado sobre assuntos que não são de trabalho não só não é mau como faz bem. As pausas durante o dia e os períodos de lazer em que não está no escritório podem ajudá-lo a estar mais concentrado no trabalho e, logo, a ser mais produtivo. Maiores níveis de produtividade tendem também a aumentar a satisfação no emprego. Estas são as conclusões de um estudo de um grupo de cientistas da Universidade de Zurique, na Suíça.

De acordo com os investigadores, todos precisamos de uma reserva de recursos cognitivos para manter o desempenho ao longo do dia e, em períodos em que as exigências cognitivas são reduzidas, como sucede ao fim de períodos médios e longos de trabalho, é necessária uma paragem para que os recursos possam ser restaurados. Esta pausa deve ser, no entanto, breve, sob pena da entidade patronal não compreender a sua justificação. Muitos especialistas defendem também que quem trabalha muitas horas sentado deve fazer paragens para caminhadas breves.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.