Vale a pena fazer um crédito habitação?

A primeira questão que nos colocamos antes de procurar um crédito habitação é: será que vale mesmo a pena fazer um crédito habitação? Será que os custos compensam? Ou será que existem outras alternativas?

No campo da compra de casa, muitas pessoas defendem que vale a pena comprar casa pois os preços das casas já caíram bastante (tendo inclusivamente iniciado uma trajetória de recuperação). No entanto, este comportamento irá depender das zonas, das cidades, etc. Tem de responder a diversas perguntas para tomar a melhor decisão.

Se quer comprar uma casa, será que o deve fazer com o crédito habitação? Será que esta é a melhor altura? Uma dica… os bancos estão a baixar fortemente os spreads pelo que pode fazer sentido analisar esta possibilidade, seja para a compra de uma casa ou mesmo para a transferência do seu crédito atual.

Comprar ou arrendar casa?

Esta é a eterna pergunta de milhares de famílias portuguesas. Qual a melhor alternativa para cada caso? Será que é rentável comprar uma casa?

Para ajudarmos a responder a esta questão é importante não só perceber os custos de cada uma das alternativas, como também o estado atual do preço das habitações e, finalmente, a fase da vida onde se encontra. Nunca se esqueça que a compra de casa é um compromisso para o longo prazo que deverá andar “de mãos dadas” com os compromissos que fazemos no nosso dia-a-dia.

Taxa Fixa ou Taxa Variável?

Se está decidido pela compra de casa com recurso ao crédito habitação, terá de decidir se quer uma taxa fixa ou a taxa variável. Qual é a mais interessante? No Doutor Finanças defendemos o recurso à taxa variável pois é a modalidade que permite que a sua prestação se adapte à realidade da economia. Assim, se a economia está dinâmica a prestação acompanha os aumentos salariais. Se a economia está mais deprimida temos uma queda das taxas de modo a tornar mais comportável a prestação mensal.

É claro que a procura por previsibilidade é algo que tem um custo. Ao assumir uma taxa fixa irá estar a pagar mais no curto prazo na expetativa que as taxas de juro irão subir de modo a compensar este “prémio”… acredite, não é interessante.

Como conseguir o crédito habitação mais barato?

Um pedido de crédito habitação não é uma ciência. Todos podemos pedir um crédito ao nosso banco e se tivermos condições para honrar os nossos compromissos o banco terá todo o gosto em conceder esse crédito. No entanto, a forma como o seu processo é estruturado irá marcar toda a diferença. Adicionalmente, nem todos os bancos são adequados a todo o tipo de clientes e é fundamental saber qual o banco mais adequado ao seu caso… para baixar a taxa que irá pagar.

O Doutor Finanças sugere sempre que se faça uma simulação para perceber qual a taxa que consegue atualmente. Este exercício deve ser feito com alguma regularidade, especialmente num ambiente de descida de taxas de juro como o que vivemos atualmente. Assim, se tiver atualmente um spread superior a 3% saiba que com grande probabilidade irá conseguir baixar a sua prestação em várias dezenas de euros…

E comprar para arrendar?

A compra de casa para arrendamento tem crescido de popularidade em Portugal. Com a queda das taxas de depósitos a prazo quem tem algum dinheiro de parte vê no arrendamento uma alternativa interessante, potenciando taxas de retorno muito superiores às conseguidas nos depósitos e afins.

Então e se comprar com recurso ao crédito habitação? Na prática, ao pedir um crédito para comprar um imóvel para arrendamento está a utilizar aquilo que os financeiros chamam de “efeito de alavancagem”. Assim, aumenta em muito a rentabilidade do seu investimento, pois está a recorrer a crédito (com taxas de 2%, por exemplo) e a obter níveis de retorno de 6%... é certo que tem algum risco, mas também quem não arrisca…

E agora? O que vai fazer?

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.