Mas antes de avançarmos convém realçar que um chefe incompetente não é aquele de quem simplesmente não gosta, mas sim aquele que não tem competências, conhecimentos ou que não coaduna as suas ações com as funções a desempenhar. Se é fácil lidar com um chefe incompetente? Não. É normal que se sinta frustrado ou que possa sentir que a sua carreira está a ser prejudicada. Mas nem tudo está perdido. Mesmo trabalhando com um chefe incompetente, há forma de lutar pela sua carreira e pela sua evolução profissional. Veja como.

1. Seja humilde
A dose certa de humildade nunca ficou mal a ninguém e, por vezes, pode ser um bom auxiliar da sua capacidade crítica. Lembre-se que à semelhança do seu chefe, também você não sabe tudo. Ao invés de partir para o “ataque” tente relacionar-se com o seu chefe e perceba se as competências dos dois se podem complementar criar bons métodos de trabalho.

2. Ajude-o e – se possível – ensine-o
Pode dar-se o caso do seu chefe incompetente até estar disponível para reconhecer as suas falhas ou os seus pontos fracos (em termos profissionais) e querer aprender e superar essas fraquezas. Se for esse o caso (e esperemos que sim!), mostre-se pronto para o ajudar. Desta forma não só comprova os seus conhecimentos, mas revela espírito de equipa. Os seus empregadores certamente vão notar a sua atitude e vão reconhecê-la quando chegar a altura.

3. Tome as rédeas do seu trabalho
Se os pontos anteriores não resultam no seu caso, é tempo de tomar outras medidas. Não, não estamos a dizer para “passar a perna” ao seu chefe. Muito pelo contrário. Digamos antes que vai estar a completar o que está em falta. Mas não há razão para ficar especado a olhar para a situação sem fazer nada. Quanto mais tempo passar, mais se vai “afundar”, portanto é hora de olhar para a sua carreira e tentar minimizar os riscos de trabalhar com um chefe incompetente. Para isso, pode começar por assumir a liderança do seu próprio trabalho – das tarefas ou projetos que tem em mãos. Ou seja, se tem bons conhecimentos e experiência (numa área na qual o seu chefe claramente tem preparação), comunique as suas atividades aos seus superiores hierárquicos (o seu chefe incluído), dê seguimento ao projeto e obtenha os resultados esperados (ou melhores ainda).

4. Registe tudo
Todos os pedidos que lhe cheguem, todos os trabalhos realizados, todas as ordens, emails… tudo. Crie um registo de atividade, com datas e resultados obtidos ou mesmo com indicação das pessoas envolvidas. Assim, caso seja necessário, terá ao seu dispor argumentos para se defender.

5. Procure outra alternativa
Se tentou de tudo, mas nada resulta e não há forma de conseguir relacionar-se ou trabalhar com o seu chefe, o melhor é procurar outro emprego. Ninguém lhe garante que o próximo chefe seja melhor, mas quem sabe não tem mais sorte. Mas faça o que fizer, o importante é que saiba gerir a situação e mantenha sempre uma postura irrepreensível e, claro, que não permita que um chefe incompetente prejudique a sua carreira e o seu sucesso profissional.

http://www.e-konomista.pt/

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.