Uma viagem bem preparada é, com toda a certeza, mais segura e feliz.  Quer se tenha uma doença inflamatória do intestino ou não. Mas quando se é diagnosticado com uma Doença Inflamatória do Intestino é natural  que alguns destinos possam deixar a pessoa mais preocupada.

No terceiro vídeo da série "Dar a Volta à DII", Marina Caldas entrevista Diana Carvalho, médica gastrenterologista, sobre todos os cuidados a ter quando se decide fazer as malas.

Preparar a viagem com, no mínimo, seis semanas de antecedência é  fundamental. Alguns países, em África e na América Central, por exemplo, podem trazer alguns riscos. Nomeadamente devido aos problemas de higiene e saneamento.

Ter cuidado com a ingestão de sumos, chás frios e gelo, até evitar alimentos crus e de vendedores de rua podem ser pequenos gestos que defendem as pessoas de complicações indesejadas.

Veja o vídeo

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.