Existem ingredientes alimentares que podem alterar o efeito dos medicamentos que toma quotidianamente, reduzindo-o, aumentando-o ou até anulando-o, sem que se aperceba disso. Se algumas das combinações apontadas pela Food and Drug Administration, a entidade reguladora da saúde e da alimentação dos Estados Unidos da América, são óbvias, outras revelam-se uma desagradável surpresa, como é o caso das cinco ligações potencialmente perigosas que lhe apresentamos de seguida.

1. Chocolate

É um dos alimentos mais apreciados e consumidos em todo o mundo. No entanto, se ingerido em excesso, pode interferir com a toma de antidepressivos e de estimulantes, aumentando o efeito. Também o deve evitar se estiver a tomar sedativos, uma vez que o chocolate reduz o seu efeito.

2. Leite

Apesar de existirem pacientes que ingerem fármacos com leite, a verdade é que nem todos são recomendados. Segundo os especialistas que integram a entidade reguladora da saúde e da alimentação dos Estados Unidos da América, esta bebida anula os efeitos da classe de antibióticos tetraciclina.

3. Banana

À semelhança do que sucede com os citrinos e os vegetais de folhas verdes ricos em potássio, este fruto, muito apreciado pelos portugueses, não deve ser ingerido por quem toma diuréticos e inibidores da conversão da enzima da angiotensina nem por quem faz tratamentos para reduzir a tensão arterial e/ou combater a insufiência cardíaca.

4. Toranja

Este fruto pode condicionar a ação dos fármacos prescritos para baixar a tensão arterial e pode, ainda, interferir com medicamentos ansiolíticos, anti-epilépticos e com fármacos anti-malária. Este citrino, de acordo com o regulador norte-americano, também afetar a ação de medicamentos usados para tratar a insónia.

5. Alcaçuz

Esta planta medicinal, muito utilizada no tratamento de problemas respiratórios, pode interagir com medicamentos prescritos a pessoas com problemas de coração e a fármacos receitados para regular a tensão arterial. Segundo os profissionais de saúde da Food and Drug Administration, também não deve ser ingerida por quem habitualmente toma diuréticos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.