Perceber a causa das dores de cabeça é fundamental pois, ao identificar o problema, o tratamento torna-se mais eficaz.

Os analgésicos e anti-inflamatórios são, na maior parte das situações, a primeira opção de tratamento da dor de cabeça. Devem ser tomados aos primeiros sinais. No entanto, para situações mais particulares, em que este tratamento não seja eficaz, existem medicamentos específicos, alguns dos quais são utilizados para prevenir crises.

As dores de cabeça são muito comuns e uma das principais razões que levam as pessoas a automedicar-se. É necessário ter alguma precaução, pois embora os analgésicos aliviem a dor, não devem ser utilizados por sistema e sem aconselhamento de um profissional de saúde. O seu uso excessivo e prolongado pode dar origem às chamadas cefaleias por abuso de medicação: a dor surge quando o efeito do último comprimido começa a desaparecer, obrigando a nova toma.

Impõe-se uma consulta médica imediata quando, além da dor de cabeça, surge pelo menos um dos seguintes sintomas:

– febre elevada

– rigidez do pescoço

– perda de visão, tonturas

– convulsões

– falta de forças

– dor que se arrasta por vários dias, é resistente aos medicamentos ou que se agrava com o tempo.

Saiba mais no site das Farmácias Portuguesas

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.