Os pés são, muitas vezes, deixados para último plano, como se não fossem importantes para a saúde.

Contudo, basta uma pequena entorse, por exemplo, para prejudicar o sistema locomotor (composto por ossos, músculos e ligamentos), causando um gasto extra de energia e sobrecarregando as articulações.

Por isso, não se deve menosprezar uma dor ou mesmo um simples incómodo, pois um calo ou uma bolha pode alterar todo o funcionamento biomecânico do corpo e até agravar problemas de coluna. Por outro lado, pacientes de risco, como os diabéticos, precisam de ter alguns cuidados extra para evitar sérias complicações.

O calçado certo

Escolher o calçado adequado é o primeiro passo para proteger a saúde dos seus pés. Estes são os requisitos que deve procurar:

- Pele natural ou couro curtido

- Sola amortecedora (borracha/elastómetro) e flexível mas não demasiado mole para que não haja movimentos de torção do pé

 - Frentes amplas que respeitem a volumetria do pé e dos dedos para que
caibam em toda a sua amplitude e se movam dentro do sapato sem sofrerem
apertos e deformações

- Contraforte no calcanhar que o sustente e impeça a instabilidade do pé
(não se recomenda sapatos com contraforte mole no calcanhar)

- Salto ideal entre 2 e 3 cm

Bolhas, calos, unhas encravadas... Estes são os problemas que mais afetam os nossos pés.

Com a ajuda da podologista Joana
Azevedo, fique a saber como pode prevenir e tratá-los eficazmente. Descubra as soluções para os principais problemas que afetam os seus pés:

Unhas encravadas
Bolhas
Calos
Micoses

Texto: Cláudia Vale da Silva com Joana Azevedo (podologista na Clínica Parque do Estoril)

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.