Muito semelhantes entre si, os rins são responsáveis por filtrar o sangue e produzir urina, entre muitas outras funções essenciais. O consumo excessivo de sal, gordura e álcool, e a toma excessiva de medicamentos afetam o seu normal funcionamento. Os rins recebem o sangue através da artéria renal, processando-o e devolvendo-o novamente ao organismo livre de toxinas. Milhões de unidades funcionais, os nefrónios, que cada rim contém na medula renal, são responsáveis pela filtragem do sangue e pela produção de urina, devido aos dois elementos-base que os compõem.

Um deles é o corpúsculo renal, onde o sangue é filtrado ao circular por uma rede de vasos capilares (glomérulo). O outro é o túbulo renal, um canal onde é produzida a urina, a partir do produto filtrado no glomérulo, que desagua no tubo coletor. Terminada a vascularização dos nefrónios, os minerais necessários voltam à corrente sanguínea através da veia renal e as substâncias indesejadas são removidas através da urina, a qual chega até à bexiga através dos uréteres.

O que fazer para impedir a formação de pedras nos rins

Em Portugal, os especialistas estimam que entre 8% a 10% da população terá, pelo menos, um episódio de pedras nos rins durante a vida. Estes são os comportamentos que deve adotar para prevenir o problema:

- Beba entre um 1,5 litro e 2 litros de líquidos por dia.

- Evite o consumo excessivo de alimentos ricos em cálcio, como é o caso do leite e do queijo.

- Modere o consumo de açúcar e sal.

- Prefira carnes magras e ingira este alimento em quantidades moderadas.

- Opte pelo pão integral em vez do branco.

Texto: Catarina Caldeira Baguinho com Fernanda Carvalho (médica nefrologista e vice-presidente da Sociedade Portuguesa de Nefrologia)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.