As cataratas formam-se quando se dá a aglomeração de proteínas na superfície do olho, o que atrapalha a quantidade da luz que atravessa a retina até à parte detrás deste órgão. A retina é a parte do olho que deteta a luz e envia sinais visuais para o cérebro. A maioria das cataras aparece com a idade, mas há outros fatores de risco, como lesões oculares prévias, exposição prolongada a radiação, razões de ordem genética, entre outras.

Inicialmente, a visão das pessoas com cataratas fica nublada. Com o tempo, essa nuvem estende-se a toda a superfície do olho podendo causar cegueira. No tratamento das cataratas, a superfície normal do olho é substituída por uma lente artificial intraocular.

Sintomas

Visão nublada, mudanças na cor dos objetos, visão dupla, agravamento da visão, pouca acuidade noturna.

Diagnóstico

Deve ser sempre feito por um médico oftalmologista, que deve aplicar os vários testes disponíveis para aferir o estado da visão do paciente.

Está preparado para a cirurgia?

  1. Tire dois dias de folga antes da cirurgia e um depois.
  2. Trate de organizar com a família/amigos/colegas quem o levará até ao local da cirurgia e, mais importante ainda, quem o deverá ir buscar.
  3. Coma um pequeno-almoço leve antes da cirurgia ou siga as instruções do médico quanto à alimentação.
  4. Tenha o cabelo lavado no dia da cirurgia para manter o ambiente do procedimento cirúrgico limpo.
  5. Use roupa confortável e evite maquilhagem.

Durante a cirurgia

  1.  A cirurgia de remoção da catarata é segura e eficaz. Praticamente não provoca dores ou desconforto durante o procedimento. E hoje em dia a anestesia é utópica.
  2. O local da cirurgia é esterilizado e está preparado para prevenir qualquer tipo de infeção.
  3. Depois da anestesia utópica, ouvirá sons de instrumentos e de pessoas à sua volta, mas é provável que não os consiga ver.
  4. Uma enfermeira ligá-lo-á a um aparelho que controlará a frequência dos seus batimentos cardíacos. Um lençol será colocado sobre a sua face para que apenas o olho operável esteja visível para o médico.
  5. O cirurgião fará uma incisão na córnea e utilizará uma pequena sonda para cortar e retirar a catarata e introduzir a nova lente. A incisão é tão pequena que não necessita de pontos.
  6. Uma vez colocada a lente a córnea é novamente fechada. É-lhe depois colocado um penso sobre o olho.
  7. Algumas horas depois, pode ir para casa na companhia de alguém.
  8. Se eventualmente sentir dor durante o procedimento, alerte o cirurgião.

Depois da cirurgia

  1. Sentir-se-á tonto devido à anestesia.
  2. O médico poderá colocar gotas de antibiótico no olho e deverá receitar-lhe um anti-inflamatório. Poderão ainda ser receitados outros fármacos que o especialista considere úteis para o seu caso.
  3. A próxima consulta será marcada antes de regressar a casa.
  4. Uma vez em casa, deve repousar e não voltar a conduzir até que o médico autorize.
  5. Evite coçar o olho, embora seja normal sentir alguma comichão ou ardor.
  6. Evite pegar em pesos superior a 7 quilogramas umas vez que isso poderá aumentar a pressão sobre o olho.
  7. Durma com uma venda para evitar tocar nos olhos durante a noite.
  8. Regresso ao médico no dia seguinte para novo check-up.
  9. Não utilize maquilhagem até novas ordens do médico.
  10. Se estiver de boa saúde, poderá retomar exercícios físicos intensos sete dias depois.

Este artigo teve o apoio editorial da Alcon

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.