Viver com bexiga hiperativa é um desafio, uma vez que os sintomas podem levar ao isolamento. Mas lembre-se: não está sozinho. Os profissionais de saúde podem ajudá-lo no diagnóstico e tratamento deste problema, porque a bexiga hiperativa tem tratamento.

"Quem sofre de bexiga hiperativa dificilmente consegue esperar para urinar, já que tem urgência em esvaziar a bexiga e, quando não consegue encontrar uma casa de banho, pode mesmo ter perdas de urina. Isto pode fazer com que as pessoas se isolem", recorda o médico urologista Paulo Temido.

10 dicas práticas

1. Limite a ingestão de líquidos e o consumo de estimulantes (comida picante, café, chocolate, etc) umas horas antes de sair de casa e assim que chegar ao local verifique onde se localizam as casas de banho;

2. Se vai a um evento público, vá à casa de banho assim que chegar, para evitar filas, e tente ficar numa zona próxima da mesma.

3. Quando for comer fora, corte no consumo de bebidas alcoólicas, pois o álcool é um estimulante e pode agravar os sintomas da bexiga hiperativa;

4. Se vai viajar de carro, verifique onde ficam as estações de serviço e planeie as paragens de forma a esvaziar a bexiga.

5. Se vai viajar de transportes públicos ou avião, ao comprar os bilhetes reserve os lugares junto à casa de banho e faça o check-in online;

6. Em viagens longas, leve absorventes e uma muda de roupa;

7. Se está a tomar medicação para tratar a bexiga hiperativa e vai de férias, certifique-se de que leva medicação suficiente para o período em que vai estar fora e continue a seguir os horários da sua toma;

8. Para as férias, quando reservar hotel/hostel, certifique-se de que o quarto tem casa de banho privativa, para poder estar mais à vontade, especialmente durante a noite;

9. Se sofre de noctúria (vontade de urinar durante a noite), certifique-se que não tem obstáculos no trajeto para a casa de banho.

10. Não deixe de beber água para tentar conter os sintomas de bexiga hiperativa, pois pode ser contraproducente. A falta de ingestão de líquidos deixa a urina concentrada, o que irrita a bexiga e pode provocar espasmos e levar a perdas de urina;

"Se sofre de algum dos sintomas anteriormente descritos procure o seu médico assistente pois é possível tratar a bexiga hiperativa e ter mais qualidade de vida", alerta ainda o médico urologista Paulo Temido.