Os autores do livro "Stay Young: Ten Proven Steps to Ultimate Health", Judy Gaman, Walter Gaman e Mark Anderson, explicam a verdadeira importância da salsa quando nos limitamos a usá-la para temperar os cozinhados. Porém, no referido livro é explicado que a salsa contém elevados níveis de androsterona, um esteroide encontrado no suor humano responsável por libertar uma substância capaz de tornar o sexo masculino mais atraente.

Nas mulheres, o consumo da salsa pode aumentar a libido e influenciar até na intensidade do orgasmo, explicam os autores da obra. As vantagens da salsa para a população feminina não se ficam, contudo, por aqui, uma vez que esta erva aromática também têm componentes que regulam o período menstrual. A salsa, muito usada na gastronomia portuguesa, tem ainda a vantagem de ser uma planta diurética e anti-depressiva.

Os poderes afrodisíacos da salsa levam muitos especialistas a sugerir uma infusão infalível, muito fácil de preparar. Basta levar um litro de água ao lume, juntar quatro chávenas de salsa picada e deixar ferver um minuto. Depois de retirar o líquido do lume, deixe em infusão durante cerca de uma hora. Depois, coe-o e reaqueça-o sem ferver. Sirva esta bebida antes do sexo. Para mais animação, pode beber duas chávenas de seguida.

Não deve, contudo, ultrapassar essa quantidade. Rica em vitamina C e em provitamina A, a salsa regula a tensão arterial, devendo ser ingerida pelas pessoas que habitualmente a têm alta. Além disso, é útil em caso de digestões difíceis. É conhecida por estimular a produção de hormonas. Nas mulheres, além de ser um bom estimulante uterino, também faz parte da lista de alimentos que aumentam a fertilidade, como sublinham muitos especialistas.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.