Não existe nenhum estudo conclusivo sobre o efeito dos exercícios localizados da parte introdutória do treino.

No entanto, eles ajudam a perceber se o nosso corpo está preparado para  realizar um esforço maior. Qualquer exercício deve começar de forma progressiva e, se possível, verificando se os sistemas
músculo-esquelético e cardiovascular estão aptos para o treino.

Idealmente, um treino deve incluir três componentes, nomeadamente mobilização, aquecimento e alongamentos. Na parte final do treino, é comum realizar-se alongamentos. Um dos principais objectivos é reduzir o aumento do tónus muscular que surge como consequência do treino, já que, por vezes, esse aumento de tensão causa incómodo.

Embora esta prática pareça lógica, os seus efeitos nem sempre se verificam e muitas pessoas sofrem lesões musculares, independentemente dos alongamentos.

Plano de acção

1º - Mobilização articular

Movimentos circulares com velocidade moderada nos principais conjuntos articulares.

2º - Aquecimento

Cinco a dez minutos de uma actividade global, que pode não ser a mesma realizada durante o treino.

O grande objectivo é elevar a temperatura natural do corpo até ficar semelhante à existente durante o treino.

3º - Alongamentos

Exercícios em que se colocam os músculos numa situação de tensão elevada, mais além daquela esperada durante o treino. Pensa-se que podem proteger de possíveis lesões.

Texto: Elvis Carnero (fisiologista do exercício)

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.