Que cuidados especiais devem ter os diabéticos com a sua alimentação?

A alimentação dos diabéticos deve ser baseada nos princípios de uma alimentação saudável, deve ser completa, variada e equilibrada, não existindo assim alimentos proibidos.

Contudo, o consumo de alimentos ricos em açúcares de absorção rápida deve ser controlado, devido às alterações que a sua ingestão pode causar nos valores de glicémia (nível de açúcar no sangue) além de que apresentam, normalmente, uma elevada densidade calórica, e, simultaneamente, défices de fibras, vitaminas e minerais. Por isso, não acrescentam qualquer valor a uma alimentação que se pretende saudável, além de contribuírem para o aumento de peso.

Não é verdade que uma pessoa com diabetes não pode ingerir açúcar. Por exemplo, numa situação de hipoglicemia (baixa de açúcar no sangue) moderada, o açúcar é sem dúvida o melhor tratamento, porque sendo rapidamente absorvido pelo organismo, permite que a pessoa tenha uma subida imediata da glicemia, e que atinja com a maior brevidade os valores normais.

O objetivo nutricional será evitar ou minimizar as flutuações extremas de glicemia, atingir um perfil lipídico que reduza o risco de doença cardiovascular, contribuir para níveis de pressão arterial normais e ajudar a reduzir a evolução de certas complicações microvasculares, as renais em particular.

O que é absolutamente proibido na alimentação de um doente com diabetes?

Não existem alimentos proibidos. Deve apenas ser feita uma ingestão reduzida de açúcares de absorção rápida. Também é importante a redução da ingestão de alimentos ricos em gordura.

Hoje em dia, a alimentação das pessoas com diabetes não têm que ser restritiva e monótona como há uns anos atrás, muito associada apenas aos cozidos e aos grelhados. Existem muitos métodos de culinária saudável que poderá, ou mesmo, deverá experimentar de forma a variar mais a sua alimentação e obter uma maior riqueza em nutrientes. No entanto, como medida preventiva do aumento excessivo de peso e da doença cardiovascular, os fritos e os pratos com molhos gordurosos deverão ser pouco frequentes.

A alimentação saudável para uma pessoa com diabetes faz parte do seu tratamento, e na verdade não difere muito da alimentação que qualquer pessoa deve fazer.

A medicação será muito mais eficaz se a pessoa tiver forma de aprender a melhorar os seus hábitos alimentares.

A obesidade e a diabetes estão fortemente associadas. Os excessos alimentares conduzem a uma maior formação de tecido adiposo, que influencia a sensibilidade celular à insulina, causando insulinorresistência. A persistência desta situação conduz à diabetes tipo 2.

Os alimentos sem açúcar, como as bolachas para diabéticos, podem ser consumidas à vontade? Porquê?

Não. Apesar dos alimentos para diabéticos terem restrição de açúcares têm na sua composição outros nutrientes e devem ser parte de uma alimentação equilibrada. A leitura dos rótulos é fundamental!

Por Palmira Correia, com Ana Rita Lopes, dietista coordenadora da Unidade de Nutrição Clínica do Hospital Lusíadas Lisboa

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.