Fazemos, diariamente, escolhas das quais dependem a nossa saúde.  Tomarmos atenção aos nossos hábitos alimentares permite controlarmos a energia que damos ao corpo, aumentarmos o nosso bem-estar e aumentarmos a força do nosso sistema imunitário. Quanto mais fortalecido o nosso sistema imunitário estiver, menor a probabilidade de contrairmos doenças.

As estatísticas esboçam que 30% dos casos de cancro estão relacionados com hábitos alimentares desequilibrados. Isto significa que existe uma relação entre os nossos hábitos alimentares e o cancro.

Os números são preocupantes: 70 % dos casos de cancro colorretal e da próstata e 50 % dos casos de cancro da mama, do endométrio, do pâncreas e da vesícula biliar são influenciados por escolhas alimentares. Esta relação é visível seja na possibilidade de prevenção ou no desenvolvimento do cancro.

A prevenção através da alimentação passa por procurar revigorar o sistema imunitário. A alimentação deve ser sempre variada e equilibrada, pois diferentes alimentos contribuem com distintos nutrientes, cobrindo a satisfação de diversas necessidades nutricionais que, no seu conjunto, ajudam a conseguir um sistema imunitário mais forte.

Esta procura não passa por eliminar alimentos menos saudáveis de que tanto gostamos, deve-se sim consumi-los de forma moderada.

Após o diagnóstico do cancro, a alimentação também pode desempenhar um papel muito importante, na medida em que, quando feita de forma ajustada às necessidades do doente, torna-se numa forte aliada para a evolução positiva da doença e aumento da qualidade de vida do doente.

Trata-se de incrementar a resposta do organismo, ajudando-o a adaptar-se ao tratamento, aos seus efeitos secundários (como por exemplo, as náuseas ou a fraqueza) e acautelando o surgimento de infeções.

Alguns hábitos que pode seguir, para procurar beneficiar desta relação:

- Escolher as carnes brancas e o peixe, em detrimento das vermelhas;

- Atenuar o consumo de gorduras saturadas e de alimentos ricos em açúcares e sal;

- Beber 1,5 litros de água;

- Privilegiar os legumes e as frutas.

Para complementar os cuidados alimentares, opte, também, por exercitar o seu corpo pelo menos 30 minutos por dia. Prevenir o excesso de peso e preservar a massa muscular são atitudes que podem representar a uma grande diferença na sua saúde.

Por Cláudia Costa, União Humanitária dos Doentes com Cancro

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.