Se uma pessoa de 55 anos com 180 mg de LDL (o chamado mau colesterol) por decilitro de sangue conseguir baixar esse valor para os 100 mg ficará três anos mais nova.

A afirmação é dos célebres médicos norte-americanos Mehmet Oz e Michael Roizen que, no livro «You - Manual de Instruções» (Lua de Papel), sublinham a importância de cada um conhecer os seus números para preservar a saúde.

De seguida, dizemos-lhe o que deve fazer na hora da refeição para alcançar os valores de colesterol desejados sem recorrer a medicação:

- As gorduras que ingere não devem representar mais que 30 por cento do total de calorias que ingere diariamente, mesmo que sejam gorduras saudáveis. Isto equivale a cerca de 66 gramas de gordura para um adulto.

- A gordura saturada que ingere não deve representar mais que oito a 10 por cento do número total de calorias que ingere diariamente, cerca de 18 gramas para um adulto.

- O colesterol que ingere diariamente não deve exceder as 300 miligramas, aproximadamente o que está contido num ovo, pelo que, se comer um ovo, não deve ingerir mais nenhum colesterol.

- Diariamente não deverá ingerir mais que 1,5 gramas de cloreto de sódio, o que corresponde aproximadamente 3,8 gramas de sal, incluindo o escondido nos alimentos.

A dietista Zélia Santos apresenta-lhe, de seguida, dois trunfos na luta contra o colesterol:

Fitoesteróis

São substâncias presentes nas células das plantas, ou seja, em alimentos de origem vegetal como os frutos secos, óleos vegetais, soja, óleo de canola, de girassol e de milho, ou em menor quantidade nos frutos e legumes. Assumem um papel privilegiado na absorção intestinal, dificultando a absorção de colesterol pelo organismo.

A sua ingestão nas doses adequadas reduz os níveis de colesterol LDL, mantendo os níveis de HDL. Coma três a quatro gramas por dia.

Fibras

As fibras não são nutrientes no sentido clássico, mas são essenciais numa dieta saudável. Estão presentes em frutas, vegetais, leguminosas e cereais integrais. Alteram a absorção intestinal, o metabolismo hepático e a excreção de colesterol e, consequentemente, fica disponível uma menor quantidade de colesterol para se ligar a lipoproteínas. Idelamente, deve comer entre 20 a 30 gramas por dia.

Texto: Rita Miguel com Zélia Santos (dietista no British Hospital Lisbon XXI)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.