A definição é da Organização Mundial de Saúde: Envelhecimento ativo “é o processo de otimização de oportunidades para a saúde, participação e segurança, no sentido de aumentar a qualidade de vida durante o envelhecimento”.

Atendendo a isto, a Associação Portuguesa dos Nutricionistas (APN) lançou um e-book repleto de conselhos para um envelhecimento ativo. Um título que alerta para a responsabilidade da comunidade, ao nível dos serviços sociais de saúde, serviços de produção e distribuição de refeições, dos estabelecimentos de venda.

À medida que a idade aumenta, o organismo humano sofre diversas modificações a nível físico que influenciam a qualidade de vida e a forma de encarar as atividades regulares do dia-a-dia. Alerta a este facto, o livro on-line traz um conjunto de recomendações e conselhos tanto a nível nutricional como da atividade física. A obra inclui, ainda, uma avaliação do estado nutricional e indicações para a prática de atividade física adaptada à idade e estado de saúde.

Diz-nos a APN: “Portugal tem assistido, nas últimas décadas, a um envelhecimento demográfico da sua população, resultante tanto da diminuição da fecundidade como do aumento do índice de longevidade. Ainda mais, a esperança média de vida no nosso país aumentou significativamente neste mesmo período de tempo.

O grupo populacional com 65 anos ou mais representava em 2005 17% da população e em 2011 esta percentagem subiu para 19%”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.