As notícias que revelam o que os famosos fazem para manter silhuetas irrepreensíveis são sempre alvo de muita leitura por parte de quem pretende emagrecer ou faz esforços, muitas vezes inglórios, para manter o peso. Rebecca Harrington, uma jornalista norte-americana, andou a investigar o que as celebridades (não) ingerem para conseguir corpos que fazem sonhar. Entrevistada pela revista Saber Viver, revela os hábitos que mais a surpreenderam nos testes práticos que efetuou.

Começa o livro «Experimentei as Dietas de Celebridades e Sobrevivi», publicado em Portugal pela Porto Editora, com a sua obsessão com a dieta do 27º presidente dos EUA, William Howard Taft. O que a levou a testá-la?

Quando li sobre a dieta de William Howard Taft, que comia solha cozida com molho inglês ao pequeno-almoço, biscoitos glutinosos entre as refeições e borrego ao jantar, achei-a tão estranha que pensei que seria engraçado experimentá-la. Ainda mais, tendo sido feita por alguém que viveu há 100 anos. Tenho uma curiosidade natural em conhecer novos regimes alimentares.

Qual foi o critério de seleção das dietas que apresenta na sua aventura dietética?

Praticamente todas as mulheres famosas divulgam as suas dietas. Então, escolhi as celebridades que queria conhecer melhor. Aquelas cujo trabalho admirava, cujo passado me intrigava ou cuja personalidade me atraía.

Testou outros regimes alimentares que não foram incluídos no livro?

Experimentei todas as dietas dos famosos. Mas não é possível escrever sobre cada uma. Além disso, nem todas funcionam e nem todas são suficientemente interessantes para descrever o processo.

Porque tinha receio de não sobreviver a estas dietas?

A certa altura, fiquei preocupada com a minha saúde física. É difícil estar constantemente em dieta. Basicamente estava sempre com fome. Temia que pudesse estar a causar danos permanentes à minha saúde.

Consultava o seu médico sempre que iniciava/terminava um regime alimentar novo?

Essa é uma excelente ideia! Agora gostaria de o ter feito. Provavelmente deveria tê-lo feito. Não me ocorreu. Talvez na próxima vez!

Esta experiência afetou as suas relações pessoais?

Sim, foi uma experiência um pouco solitária. Não podia fazer nada divertido. Não podia sair para tomar um copo com amigos. Não podia ir jantar a qualquer restaurante porque estava limitada pelos poucos ingredientes que podia ingerir em cada dieta.

Os regimes obrigavam a fazer exercício físico, que ocupa muito tempo. Tentei contornar tudo isto organizando jantares horríveis para os meus amigos. Mas, passado algum tempo, só se os enganasse é que apareciam.

Veja na página seguinte: Porque há tanto fascínio com o que as celebridades comem?

Porque há tanto fascínio com o que as celebridades comem? Fazer o mesmo tipo de alimentação que a nossa estrela de Hollywood favorita dá uma sensação de experiência compartilhada?

Acho que sim. As pessoas querem conhecer melhor as celebridades que veem no cinema, na televisão, nas revistas... Muitos famosos divulgam os seus estilos de vida e parece que nos estão a dizer «Tu podes ter esta aparência, podes ser como eu». Embora desconfie que o segredo das celebridades seja fumar o tempo todo e ter bons genes.

Então as celebridades associam-se a uma determinada dieta como ferramenta de publicidade?

Sim. As dietas e o estilo de vida dos famosos tornaram-se uma fonte de rendimento importante. Antes, as marcas de lifestyle faziam muito dinheiro à custa dos famosos. Recentemente, as celebridades aperceberam-se de que podiam lucrar com o interesse das pessoas no seu estilo de vida, de forma mais direta e íntima. Temos famosas como a Gwyneth Paltrow, que escreve livros de receitas e criou o site Goop, além da Jessica Alba, que fundou e gere a The Honest Company.

Qual é o principal entrave a uma alimentação saudável? Um orçamento avultado como os de Gwyneth Paltrow e Karl Lagerfeld?

Acho que esse é o fator principal. Se tivermos tempo e dinheiro, o estilo de alimentação proposto por Gwyneth Paltrow é o ideal. Não nos sentimos privadas, porque a comida é deliciosa. Ao contrário das outras dietas, que foram dolorosas. É muito difícil comer de forma saudável, é preciso dinheiro e dedicação.

Das receitas que experimentou quais adicionou à sua alimentação?

Todas as receitas do livro de Gwyneth Paltrow. Destaco os tacos de peixe, que são fantásticos.

Depois de ter testado tantas dietas é capaz de criar uma sua?

Não sei. É realmente difícil inventar uma boa dieta. Precisamos de ser muito criativos.

Texto: Filipa Basílio da Silva

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.