A intervenção irá manter o número de salas de aula existente, nove do 1.º ciclo e três destinadas a atividades de jardim infantil, conferindo à escola "um caráter unificado" e adaptado aos "critérios funcionais e de conforto contemporâneos”, indicou a Câmara de Sines, no distrito de Setúbal, em comunicado enviado à agência Lusa.

De acordo com a autarquia, liderada pelo PS, as obras contam com um financiamento comunitário de 85% e contemplam a ampliação e a “reabilitação parcial” da escola, localizada na Quinta dos Passarinhos, em Sines, no litoral alentejano.

A primeira fase dos trabalhos inclui a construção de espaços polivalente e de arrecadação, remodelação do ginásio, renovação das instalações sanitárias e da sala de professores, criação de uma biblioteca e a ampliação da cobertura do recreio exterior.

A obra, segundo a autarquia, representa um investimento total de 666 mil euros, com um investimento elegível de 400 mil euros, cofinanciado à taxa de 85% por fundos comunitários no âmbito do programa operacional Alentejo 2020, o que se traduz numa contribuição comunitária de 340 mil euros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.