5 de julho de 2013 - 08h52
Todo o território nacional, com exceção de Santa Cruz das Flores, grupo Ocidental dos Açores, apresenta hoje risco extremo e muito alto de exposição à radiação ultravioleta (UV), informa o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).
De acordo com o IPMA, a região das Penhas Douradas apresenta risco extremo enquanto o resto do país está com valores muito altos.
No caso das Penhas Douradas, que apresenta risco extremo, o IPMA aconselha a população daquela região a evitar o mais possível a exposição ao sol.
Quanto ao risco muito alto de exposição à radiação UV, o IPMA aconselha a utilização de óculos de sol com filtro UV, chapéu, t-shirt, guarda-sol e protetor solar, sublinhando igualmente que se deve evitar a exposição das crianças ao sol.
A radiação ultravioleta pode causar graves prejuízos para a saúde se o nível exceder os limites de segurança, segundo o IPMA.
O índice desta radiação apresenta cinco níveis, entre o baixo e o extremo, sendo o máximo o 11.
O IPMA colocou a partir de hoje e até domingo onze distritos do continente sob aviso laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro e que pressupõe uma situação meteorológica de risco moderado a elevado, devido ao calor.
Para hoje, a previsão aponta para a continuação de tempo quente com céu pouco nublado ou limpo, aumentando temporariamente de nebulosidade nas regiões do interior durante a tarde, vento em geral fraco sendo moderado no Algarve e nas terras altas das regiões Norte e Centro e soprando temporariamente de noroeste no litoral oeste durante a tarde e subida da temperatura mínima nas regiões do litoral oeste.
Quanto às temperaturas, em Lisboa prevê-se uma máxima de 38 graus Celsius, no Porto 37, em Faro 30, em Castelo Branco 40, em Évora e Beja 41, no Funchal, Ponta Delgada, Santa Cruz das Flores e Angra do Heroísmo 23.
Por causa do calor, a Direção-Geral da Saúde (DGS) colocou, para hoje, 15 distritos de Portugal continental em alerta amarelo, o segundo mais grave numa escala de três, devido à previsão de altas temperaturas, com possíveis efeitos na saúde.
A DGS vai fazer hoje uma conferência de imprensa para apresentar medidas de proteção em relação aos efeitos em saúde pública decorrentes de altas temperaturas ambientais.
Lusa

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.