Uma equipa do Serviço de Angiologia e Cirurgia Vascular do Hospital da Senhora da Oliveira Guimarães realizou o primeiro implante de endoprótese expansível por balão em Portugal. Deste implante resultou o tratamento, com sucesso, de aneurisma complexo aorto-íliaco do doente prevenindo a sua rotura e preservando a circulação pélvica.

10 alimentos que ajudam a livrar-se da depressão
10 alimentos que ajudam a livrar-se da depressão
Ver artigo

Esta endoprótese é indicada para o tratamento da doença oclusiva aterosclerótica, um tipo de doença arterial periférica que afeta as artérias ilío-femoro-poplíteas que fornecem sangue à parte distal do corpo.

Adicionalmente, a mesma endoprótese também é indicada para procedimentos de prolongamento para aneurisma ilíaco e ainda para tratamento de aneurismas da aorta abdominal.

Realizado em Portugal primeiro implante de endoprótese expansível por balão
Equipa responsável pela cirurgia créditos: DR

A este propósito, o diretor do Serviço de Angiologia e Cirurgia Vascular do Hospital de Guimarães, Amílcar Mesquita, refere que "a endoprótese em causa é uma combinação única que nos permite tratar uma boa parte dos doentes com anatomias complexas. A flexibilidade da endoprótese e a sua precisão são uma mais valia para tratarmos estas doenças, sendo uma boa alternativa para obtermos resultados positivos a longo prazo".

Melhor qualidade de vida

Joana Ferreira, médica do Serviço de Angiologia e Cirurgia Vascular do Hospital de Guimarães que tem a seu cargo o acompanhamento do doente que foi intervencionado, salienta que "esta endoprótese permitirá melhorar a qualidade de vida do doente".

10 mentiras (em que acreditou) sobre a hipertensão
10 mentiras (em que acreditou) sobre a hipertensão
Ver artigo

"Ficamos satisfeitos que as expectativas de resultados de tratamento dos nossos doentes sejam atingidas com estes procedimentos altamente diferenciados e especializados. Temos uma equipa em Guimarães que está permanentemente atenta às novas técnicas de tratamento que possam efectivamente melhorar os resultados clínicos nos nossos doentes", acrescenta.

O Serviço de Guimarães tem uma equipa composta por 5 médicos e no ano de 2018 fez 651 cirurgias, convencionais e de ambulatório, 4607 consultas externas, tratou 253 doentes em regime de internamento e ainda realizou 662 sessões de hospital de dia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.