“Só na fraude o nove dedos volta” disse Jair Bolsonaro, fazendo uma referencia pejorativa ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que perdeu um dedo num acidente de trabalho quando era metalúrgico, numa breve conversa com seus apoiantes no Palácio da Alvorada.

“Se Congresso aprovar e promulgar, teremos voto impresso. Não vai ser uma ‘canetada’ de um cidadão como esse daqui que não vai ter voto impresso” acrescentou Bolsonaro, que tem dito publicamente que só será derrotado em 2022 se houver fraude eleitoral.

O chefe de Estado brasileiro defende o regresso do voto impresso por entender que o sistema de urnas eletrónicas, adotado há décadas no país e pelo qual foi eleito em 2018, não é seguro.

No sábado, o Brasil superou a marca de 500 mil vítimas mortais na pandemia de covid19 e políticos de diferentes partidos, cientistas, artistas e milhares de brasileiros lamentaram as perdas nas redes sociais e em demonstrações públicas que incluíram protestos contra o Governo Bolsonaro, enquanto o chefe de Estado ainda não comentou o assunto publicamente.

Sobre os atos organizados contra seu Governo também no sábado, que levaram milhares de pessoas às ruas das principais cidades do país, o Presidente brasileiro preferiu recorrer à ironia e disse que o Ministério Público proibiu um ato favorável a si convocado por motociclistas, mas autorizou manifestações da “petralhada”, forma pejorativa com que os seus apoiantes se referem aos simpatizantes de partidos de esquerda, nomeadamente do Partido dos Trabalhadores (PT), do ex-presidente Lula da Silva.

O Brasil é o país lusófono mais afetado pela pandemia e um dos mais atingidos no mundo ao contabilizar 501.825 vítimas mortais e mais de 17,9 milhões de casos confirmados de covid-19.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.868.393 mortos no mundo, resultantes de mais de 178,4 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.