“Apesar da reduzida probabilidade de ocorrência de casos adicionais, por uma questão de precaução, sugere-se que as pessoas que tenham estado em contacto com o doente estejam atentas ao aparecimento de sinais e sintomas, nomeadamente febre, dores de cabeça, falta de ar e náuseas/vómitos, nos três dias seguintes ao último contacto com o doente. Se adoecer, em primeiro lugar deve ligar para a Linha SNS 24 (808 24 24 24)”, refere a ARS em comunicado.

Na semana passada, uma criança que frequentava um estabelecimento de ensino, em Santa Maria da Feira, Aveiro, morreu vítima de meningite.

Esta entidade garante que a Autoridade de Saúde do Agrupamento de Centros de Saúde de Feira/Arouca, em colaboração com o Departamento de Saúde Pública da ARS Norte está, desde o conhecimento do caso, a acompanhar a situação e a tomar as medidas preventivas necessárias, de acordo com as normas técnicas da Direção-Geral de Saúde (DGS).

Dizendo que as autoridades estão atentas à evolução da situação, a ARS Norte recorda que esta doença invasiva, de causa bacteriana, é transmitida pessoa a pessoa por gotículas de saliva como, por exemplo, quando se tosse, espirra, se dá beijos ou existe grande proximidade física.

A bactéria causadora desta doença pode colonizar a orofaringe de indivíduos sãos, não provocando doença, frisa.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.