A entidade responsável pela prevenção e controlo de doenças adianta que houve um crescimento de 129 vítimas mortais em relação ao dia anterior, totalizando 2.673.

A Baviera, maior estado federado da Alemanha, continua a registar o maior aumento e o maior número de casos do país, subindo 829 (mais do que no sábado) para 32.282.

O Presidente alemão, Frank-Walter Steinmeier, sublinhou este sábado, num discurso pouco habitual emitido na televisão, que o país está obrigado a ser solidário com os restantes países europeus, especialmente com os mais afetados pela pandemia covid-19.

“A Alemanha não pode sair forte e saudável desta crise sem que os nossos vizinhos saiam mais fortes e sãos. Trinta anos depois da reunificação da Alemanha e 75 anos depois do fim da II Guerra Mundial, não só nos é pedida solidariedade com a Europa, temos essa obrigação”, frisou.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da COVID-19, já provocou mais de 107 mil mortos e infetou mais de 1,7 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Dos casos de infeção, quase 345 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.