Os laureados foram distinguidos pelas suas descobertas sobre as "células que constituem um sistema de geoposição no cérebro", uma espécie de GPS interno, segundo o comité Nobel.

Os três vencedores são considerados pioneiros na pesquisa sobre os mecanismos que representam o espaço cerebral, tendo o júri reconhecido a importância da descoberta das células que formam o sistema de posicionamento espacial do cérebro.

"Ainda estou em choque. Isto é tão fantástico", disse May-Britt Moser quando lhe deram a notícia, cita a imprensa internacional. O casal norueguês, Maybritt e Edvard Moser, trabalha no Instituto Kavli de Neurociência, na Noruega.

De acordo com a nota dirigida à comunicação social, a primeira grande descoberta nesta área foi alcançada pelo norte americano John O' Keefe, em 1971. Em 2005, os noruegueses Moser fizeram avanços relevantes na matéria.

Seis categorias Nobel

Este é o primeiro dos prémios da Academia Sueca entregues esta semana.

Segue-se na terça-feira o Nobel da Física, cujo anúncio será feito pelas 11h45 locais (10h45 em Lisboa) e na quarta-feira, à mesma hora, será a vez de o laureado com o Nobel da Química ser conhecido.

Como é habitual, em Oslo, às 11h00 (10h00 em Lisboa) de sexta-feira (10 de outubro), será anunciado pelo presidente do Comité Nobel Norueguês, Thorbjørn Jagland, o prémio Nobel da Paz.

O prémio Sveriges Riksbank de Ciências Económicas em Memória de Alfred Nobel será anunciado a 13 de outubro, às 13h00 (12ho0 em Lisboa).

Os prémios monetários estão avaliados em 8 milhões de coroas suecas, sensivelmente 880 mil euros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.