"É nosso objetivo trabalhar com organizações que visem o desenvolvimento dos cuidados paliativos em Portugal. A Associação Música nos Hospitais vai ajudar-nos a proporcionar uma melhor qualidade de vida aos doentes que estão internados, na fase final da sua vida, onde a música poderá contribuir para a melhoria da sua qualidade de vida", explica Manuel Luís Capelas, presidente da APCP.

"A APMHIS já protagonizou concertos para mais de 160 mil pessoas em contexto hospitalar. Esta é uma outra forma de intervenção, que ajuda a aumentar o bem-estar de todos. Através da música conseguimos ajudar doentes, familiares e, até mesmo os profissionais de saúde, tantas vezes expostos ao stress", afirma Ana Paula Góis, vice-presidente da APMHIS.

"Estamos, neste momento, a iniciar a identificação das Unidades de Cuidados Paliativos que gostariam de receber os músicos da Associação Portuguesa de Música nos Hospitais. Depois, começaremos a melhor forma de implementação deste projecto", finaliza Manuel Luís Capelas.

O protocolo será assinado entre as duas entidades no dia 20 de março, na sessão de abertura das I Jornadas de Investigação em Cuidados Paliativos, em Castelo Branco.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.