"O indivíduo está estável", disse Hugo López-Gatell, subsecretário de Prevenção e Promoção da secretaria de Saúde, em conferência de imprensa.

"Tem uma doença leve, o que significa que não tem pneumonia. Apresenta sintomas parecidos com o de uma constipação. É um indivíduo jovem, por isso o risco é muito baixo".

A partir deste, as autoridades sanitárias localizaram "um segundo caso em Sinaloa", segundo López-Gatell.

"Temos outros dois homens que são assintomáticos, um no Estado do México e outro na Cidade do México. De qualquer forma, pelo protocolo de contactos, estarão sob observação", relatou Hugo López-Gatell.

O funcionário revelou que "tudo isso parece estar relacionado com um caso, uma pessoa também de nacionalidade mexicana que está em Bergamo, Itália, que é o local onde estavam durante terceira semana de fevereiro - os quatro indivíduos - e onde provavelmente ocorreram os contágios", detalhou.

O Brasil foi o primeiro país da América Latina a registar um caso da epidemia, que surgiu na China e se espalhou pelo mundo.

Um britânico que contraiu o coronavírus a bordo do cruzeiro "Diamond Princess", em quarentena perto de Tóquio, morreu, anunciou esta sexta-feira (28) o ministério da Saúde do Japão.

É o primeiro britânico a morrer devido ao novo coronavírus.

Outros cinco passageiros do cruzeiro, todos japoneses, morreram e há mais de 700 infectados.

* Notícia atualizada às 17:04

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.