O Serviço Nacional de Saúde (SNS) gastou em outubro 102,5 milhões de euros com medicamentos vendidos nas farmácias, menos 20,4% do que no mesmo mês do ano passado, segundo a Associação Nacional de Farmácias (ANF).

Dados da Health Market Research (hmR), empresa especializada em estudos de mercado e consultadoria, e do Centro de Estudos e Avaliação em Saúde (CEFAR), ambas do Grupo ANF, o mercado farmacêutico registou vendas de 261,1 milhões de euros no mês de Outubro, uma quebra de 13,4% relativamente a mês homólogo de 2010.

As mesmas fontes indicam que esta quebra também se verifica no consumo: menos 5,4% de embalagens vendidas face ao período homólogo.

"O valor de vendas no segmento dos genéricos caiu 15,3%, uma quebra superior à do mercado farmacêutico", prossegue a ANF.

Segundo esta associação, entre Janeiro e Outubro deste ano, o CEFAR estima uma quebra na despesa do SNS com medicamentos vendidos nas farmácias de 25,8% face ao período homólogo.

A ANF atribui esta quebra "às reduções de preços e alterações nas comparticipações introduzidas em Outubro de 2010 e, mais recentemente, à quebra no próprio consumo (igualmente corrigida pelos efeitos do aumento do IVA nos medicamentos e da transferência de receituário de outros subsistemas de saúde para o SNS)".

08 de novembro de 2011

@Lusa

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.