A pesquisa criou um exame de sangue que pode ser capaz de detetar o nível de risco de indivíduos virem a desenvolver doenças cancerígenas logo à nascença. Os investigadores acreditam que esta descoberta poderá vir a salvar milhões de vidas.

Este exame de ADN utiliza informação genética, conhecida pela comunidade científica como “ADN inútil”, que consegue identificar cancros no estádio inicial e até mesmo antes do seu aparecimento.

Realizado pelo Hospital John Radcliffe, no Reino Unido, o estudo conseguiu prever a probabilidade de aparecimento de cancro da mama e descobriu que este mesmo exame também consegue detetar o desenvolvimento de cancro da próstata.

“É vital identificar qualquer predisposição genética para a ocorrência de cancro da mama ou de qualquer outro cancro, mesmo antes de ele aparecer ou simplesmente o mais cedo possível – quanto mais depressa for detetado maior será a probabilidade de tratamento e de cura”, disseram os investigadores, que esperam agora apurar se o exame consegue detetar outros tipos de cancro.

Fonte: PIPOP

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.