Uma equipa de investigadores espanhóis identificou em insetos a hormona que informa o organismo quando deve parar o crescimento de órgãos e começar a sua maturidade, um sinal que também é ativado em tumores, noticiou a agência Efe.

A descoberta, publicada na revista Science, poderá aprofundar a compreensão de doenças como o cancro.

A experiência, a cargo do Instituto de Neurociências e da Universidade Miguel Hernández de Elche, foi realizada em moscas do vinagre "Drosophila melanogaster".

A coordenadora da investigação, María Domínguez, explicou que, até agora, sabia-se que há situações que atrasam (a anorexia, por exemplo) ou aceleram (a obesidade) a maturidade dos órgãos, mas ignorava-se como o sistema endócrino, encarregado de controlar o desenvolvimento do organismo, reconhece quando é o momento adequado para este parar de crescer.

Segundo a especialista, a precisão no controlo do tamanho e da forma dos órgãos, bem como das respostas a lesões, "sugere claramente algum mecanismo de comunicação entre órgãos e tecidos, assim como maleabilidade para reparar lesões e agressões causadas por fatores ambientais [como a nutrição deficiente] ".

Este tipo de sinal consiste numa hormona peptídica da família da insulina, que informa e coordena o crescimento entre os órgãos para que as partes do corpo sejam proporcionais e simétricas no lado esquerdo e direito do organismo.

Os cientistas detetaram que a hormona é produzida igualmente nos tumores, pelo que alerta o organismo para o seu crescimento anormal. Os tumores usam frequentemente mecanismos para seu proveito e, neste caso, ativam também esta hormona.

Como o processo de controlo, crescimento e maturidade dos órgãos em humanos e insetos é muito semelhante, os investigadores esperam confirmar os resultados agora divulgados em pessoas.

04 de maio de 2012

@Lusa

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.