A luz solar em Santiago do Cacém tem um nível quase perfeito de raios ultravioleta (UV), que estimulam a produção de vitamina D pelo corpo humano, o que ajuda a manter o organismo equilibrado e a combater diversas doenças, revelaram esta quarta-feira investigadores de uma universidade alemã.

As conclusões apresentadas em Santiago do Cacém, em Setúbal, dizem respeito a uma investigação da Universidade de Wuppertal, na Alemanha, no âmbito da qual foram realizadas diversas medições e análises, no último trimestre do ano passado, em dois pontos do concelho.

O estudo da luz neste local foi feito por comparação a medições efetuadas, no mesmo período, em Jammertal, na Alemanha, que revelou uma maior intensidade luminosa no concelho do litoral alentejano, fator que contribui "largamente" para reduzir a incidência de depressões associadas ao inverno, afirmou Jarek Krajewski, um dos responsáveis da investigação, cita a TVI.

Mais luz melhora o sono

Os investigadores da universidade alemã verificaram também neste localidade há mais luz azul, relacionada com a estabilização do ritmo circadiano, que regula as atividades biológicas diárias, e com uma melhor qualidade do sono.

De acordo com Sebastian Schnieder, outro dos investigadores, o estudo permite afirmar que a luz solar deste concelho alentejano tem "efeitos benéficos para a saúde".

Segundo os responsáveis pelo estudo, o concelho de Santiago do Cacém foi escolhido com base em fontes científicas que indicavam a existência de uma "luz especial" no local.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.