O compromisso promove a colaboração entre os profissionais ligados à saúde para o desenvolvimento e sustentabilidade do SNS e uma melhoria da qualidade de vida dos cidadãos.

"É necessário trabalhar para encontrar soluções para que seja reforçada a estabilidade e a sustentabilidade de todos os elos que constituem o Serviço Nacional de Saúde", explica a presidente da Associação de Farmácias de Portugal (AFP), Manuela Pacheco, reforçando que as farmácias desempenham “um papel fundamental na promoção da saúde pública”.

"A crise económica e as constantes baixas de margens e revisões dos preços dos medicamentos deixaram as farmácias com sérios problemas financeiros", recorda Manuela Pacheco, explicando que os mais prejudicados foram os utentes porque "ou deixaram de ter farmácia na sua área de residência ou não encontram na farmácia os medicamentos de que necessitam, já que as ruturas de stock são cada vez mais frequentes", acrescenta.

Para a presidente da AFP, "este compromisso é, por isso, um passo na direção certa".

O compromisso será assinado pelo Ministério da Saúde, pela Associação de Farmácias de Portugal (AFP), pela APIFARMA – Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica, pela APOGEN – Associação Portuguesa dos Medicamentos Genéricos e Biossimilares, pela GROQUIFAR - Associação de Grossistas de Produtos Quı́micos e farmacêuticos, pela Associação Nacional das Farmácias (ANF) e pela APORMED - Associação Portuguesa das Empresas dos Dispositivos Médicos.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.