“Na sessão comemorativa várias figuras públicas de diversos quadrantes irão debater, em mesa redonda, este tema que nos parece da maior atualidade e premência. O conceito dor será abordado em diferentes perspetivas ou conceitos, consequente a uma visão e formação dos intervenientes, provenientes de áreas tão díspares como a literatura, as artes, o teatro, a economia ou da política,” explica Duarte Correia, presidente da Associação Portuguesa para o Estudo da Dor (APED).

Na sessão comemorativa serão também anunciados os laureados das bolsas “APED de apoio à formação na área da dor” e entregues os prémios “Vou Desenhar a Minha Dor”, “Revista Dor/Bene Farmacêutica” e “Jornalismo Dor – 4ª Edição”.

A dor é um grave problema de Saúde Pública, em todo o Mundo. De acordo com a Associação Internacional para o Estudo da Dor (IASP), a dor é uma experiência multidimensional desagradável, envolvendo não só uma componente sensorial mas também uma componente emocional, e que se associa a uma lesão tecidular concreta ou potencial, ou é descrita em função dessa lesão. Em Portugal, mais de 30 por centro da população adulta sofre de dor crónica com implicações diretas na produtividade, incapacidade laboral e na qualidade de vida dos portugueses.

A Associação Portuguesa para o Estudo da Dor (APED) tem por objetivos promover o estudo, o ensino e a divulgação dos mecanismos fisiopatológicos, meios de prevenção, diagnóstico e terapêutica da dor.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.