A diretora técnica do Lar de Nossa Senhora da Graça de Degolados, Ana Silva, indicou que a “boa notícia” relativa a resolução do surto chegou à instituição na segunda-feira, através das autoridades de saúde.

Apesar de um utente continuar ainda internado numa unidade hospitalar, os restantes idosos da instituição já regressaram às suas rotinas diárias.

Ana Silva recordou que o surto de covid-19 foi detetado “a meio” do mês de janeiro e provocou a morte de cinco utentes.

A instituição tem capacidade para acolher 40 utentes - na altura em que foi detetado o surto tinha 38 - e conta com cerca de 30 funcionários.

De acordo com a responsável, “29 utentes e 14 funcionários” chegaram a estar infetados pelo novo coronavírus SARS-CoV-2.

O novo coronavírus responsável pela presente pandemia de covid-19 foi detetado na China em dezembro de 2019 e já infetou mais de 111 milhões de pessoas em todo o mundo, tendo originado mais de 2,466 milhões de óbitos.

Em Portugal, onde os primeiros casos confirmados se registaram a 02 de março, a Direção-Geral da Saúde confirma até hoje um acumulado superior a 16.000 mortes entre os mais de 798.000 infetados pelo vírus SARS-CoV-2.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.