Mais de 218.966.150 casos de infeção foram oficialmente diagnosticados desde o início da pandemia.

Estes valores são elaborados a partir dos balanços comunicados diariamente pelas autoridades sanitárias de casa país, mas excluem as revisões feitas posteriormente por alguns organismos responsáveis pelos dados estatísticos.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que, devido à mortalidade direta e indireta ligada ao covid-19, o balanço da pandemia pode ser duas ou três vezes superior ao que tem sido registado.

Uma parte importante dos casos menos graves ou assintomáticos continua por detetar apesar da intensificação dos meios de despistagem incrementados em vários países.

Na quinta-feira, morreram mais 10.625 pessoas, vítimas de covid-19, e registaram-se 653.399 novos casos de infeção em todo o mundo.

Os países com o maior número de mortes registadas nos relatórios mais recentes são os Estados Unidos, com mais 1.549 óbitos, o México (993) e a Rússia (799).

Os Estados Unidos são o país mais afetado em termos de mortes e casos, com 643.669 óbitos e 39.549.299 casos, de acordo com a contagem da Universidade Johns Hopkins.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são o Brasil, com 581.914 mortes e 20.830.495 casos, a Índia, com 439.895 mortes (32.903.289 casos), o México, com 261.496 mortes (3.387.885 casos) e o Peru, com 198.364 mortes (2.152.118 casos).

Entre os países mais atingidos, o Peru é o que lamenta o maior número de mortes em relação à população, com 602 mortes por cada 100.000 habitantes, seguido da Hungria (311), Bósnia (300), Macedónia do Norte (287), República Checa (284) e Montenegro (276).

A América Latina e as Caraíbas totalizam hoje 1.444.902 mortes e 43.415.848 casos, a Europa 1.255.063 mortes (63.555.958 casos), a Ásia 785.922 mortes (50.585.531 casos), os Estados Unidos e Canadá 670.648 mortes (41.053.945 casos), a África 197.742 mortes (7.851.924 casos), o Médio Oriente 183.378 mortes (12.377.934 casos) e a Oceânia 1.742 mortes (125.019 casos).

Este balanço foi realizado com base em dados recolhidos pelas delegações da France Presse junto das autoridades nacionais competentes e de informações da Organização Mundial de Saúde.

Por causa de correções oficiais ou da publicação tardia dos dados, os números do aumento de podem não corresponder exatamente aos publicados no dia anterior.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.