“Dos casos reportados hoje, 10 são de nacionalidade moçambicana e um é estrangeiro, mas residente no nosso país”, disse Rosa Marlene, falando durante a conferência de imprensa de atualização de dados sobre a pandemia, no Ministério da Saúde, em Maputo.

Os 11 novos doentes foram registados na província de Maputo (um), Nampula (um), Tete (um), Cabo Delgado (um), Inhambane (um) e cidade de Maputo (seis).

Todos os casos registados hoje encontram-se em isolamento domiciliar e “decorre o processo de identificação de possíveis contactos”, acrescentou Rosa Marlene.

Do total de 662 casos registados em Moçambique, 599 são de transmissão local e 63 são importados, havendo registo de quatro mortos e sete internados.

Dos sete doentes internados, prosseguiu Rosa Marlene, dois apresentam um quadro crítico e os restantes têm sintomatologia leve a moderada, além de “boa evolução clínica”.

O Ministério da Saúde indicou ainda que 175 pessoas estão recuperadas.

A província de Nampula lidera com o maior número de casos ativos de covid-19, com 205, seguida de Cabo Delgado, com 101, e cidade de Maputo, com 67, estando os restantes distribuídos pelas outras províncias.

Desde o anúncio do primeiro caso em Moçambique, em 22 de março, foram feitos 21.780 testes e foram submetidas a quarentena cerca de 18 mil pessoas das mais de um milhão rastreadas.

Um total de 2.268 continuam a ser acompanhadas pelas autoridades de saúde moçambicanas.

Moçambique vive em estado de emergência desde 01 de abril, prorrogado por duas vezes até 29 de junho.

Estão em vigor várias restrições: todas as escolas estão encerradas, espaços de diversão e lazer também estão fechados, estão proibidos todo o tipo de eventos e de aglomerações, recomendando-se à população que fique em casa.

Em África, há 7.197 mortos confirmados em mais de 267 mil infetados em 54 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia naquele continente.

A pandemia de covid-19 já provocou quase 449 mil mortos e infetou mais de 8,3 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.