As chamadas “semanas douradas” são períodos que concentram vários feriados.

As autoridades do território esperam uma média diária de visitantes superior a 30.000 naquele período, segundo declarações citadas na imprensa local.

Por essa razão, de acordo com um comunicado divulgado na quinta-feira, será feito um “incremento de pessoal nos postos fronteiriços para verificar os códigos de saúde e relatórios de teste de ácido nucleico e da preparação de planos de contingência em casos de eventuais emergências”.

Macau tem registado este ano um aumento no número de turistas provenientes da China continental, quando comparado com 2020, fulcral para as receitas dos casinos da capital mundial do jogo.

Em março, mais de 750 mil pessoas visitaram o território, confirmando o aumento do número de turistas, após a reabertura gradual das fronteiras e do impacto da pandemia no turismo.

Agora, as autoridades esperam que a média diária possa aumentar nos próximos dias, até porque “não haverá limites nas deslocações do Interior da China, prevendo-se assim um aumento do número de turistas”.

O território diagnosticou o primeiro caso de COVID-19 no final de janeiro de 2020, contabilizando até agora apenas 49 casos, nenhum dos quais ativo, não tendo registado nenhuma morte provocada pela doença.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.