“Há assimetrias concelhias e assimetrias regionais. A região Norte, com 1.332 casos por 100.000 habitantes, continua a ser a mais afetada, seguida da região de Lisboa e Vale do Tejo com 500 casos por 100.000 mil habitantes”, disse Graça Freitas, na conferência de imprensa de atualização de informação relativa à infeção pelo novo coronavírus.

A diretora-geral da Saúde frisou que também “alguns concelhos com incidências muito elevadas começam a apresentar uma tendência decrescente”.

Portugal contabiliza hoje mais 74 mortos relacionados com a covid-19 e 4.044 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 3.971 mortes e 264.802 casos de infeção pelo coronavírus SARS-Cov-2, que provoca a doença covid-19, estando hoje ativos 84.004 casos, mais 62 do que no domingo.

Relativamente aos internamentos hospitalares, o boletim epidemiológico da DGS revela que estão internadas 3.241 pessoas (mais 90 do que no domingo), das quais 498 em cuidados intensivos (mais sete nas últimas 2 horas).

Na conferencia de imprensa, Graça Freitas precisou que os grupos etários com maior incidência cumulativa são entre os 20 e os 49 anos, existindo ainda um registo elevado em pessoas com mais de 80 anos.

Segundo a diretora-geral da Saúde, a taxa de letalidade global é de 1,5% e taxa de letalidade geral acima dos 70 anos é 9,6%.

Graça Freitas sublinhou ainda que a maior parte das pessoas com casos ativos de covid-19 encontra-se a recuperar em casa com acompanhamento por equipas de saúde.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.