Um homem de 50 anos, motorista de uma companhia de táxis da localidade costeira de Sihanoukville, infetado com SARS-CoV-2, morreu hoje no Hospital da Amizade Khmer-União Soviética, informou o Ministério da Saúde, através de um comunicado.

Desde o início da pandemia, o Camboja, com mais de 16 milhões de habitantes, confirmou apenas 1.163 casos de covid-19, mas enfrenta um novo surto local que infetou centenas de pessoas.

De acordo com o Ministério da Saúde, o surto foi provocado por um residente estrangeiro que não respeitou a quarentena a que estava submetido no hotel em que se encontrava, tendo-se deslocado a um clube noturno no início do mês de fevereiro.

De acordo com as autoridades, o caso provocou uma série de contágios, obrigando o Governo a anunciar no passado dia 20 de fevereiro o encerramento das escolas públicas, cinemas, bares e zonas de diversão na capital do país, durante um período de duas semanas.

Entretanto o Executivo prolongou durante mais duas semanas as restrições, que visam escolas, ginásios, salas de espetáculos e outros locais de entretenimento em Phnom Penh, cidade próxima da província de Kandal onde fica situada a localidade de Sihanoukville.

Hoje o Ministério da Saúde comunicou terem sido registados 39 casos em virtude de transmissões locais.

Enquanto se verifica o aumento de número de contágios, o Governo converteu um antigo hotel de luxo da capital num hospital para doentes com covid-19 com 500 camas e reforçou a legislação que criminaliza todos aqueles que não respeitarem o regulamento sanitário.

O país iniciou a campanha de vacinação em fevereiro com 600 mil doses do composto chinês Sinopharm.

O Camboja recebeu também 320 mil doses da vacina AstraZeneca que foram produzidas e doadas pela Índia.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.611.162 mortos no mundo, resultantes de mais de 117,5 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.